O Museu

O Museu da Lourinhã

O Museu da Lourinhã, criado em 1984, é fruto do trabalho abnegado de um grupo de entusiastas, de entre os quais se destacam Horácio Mateus e Isabel
Mateus. Três anos antes, tinham fundado o GEAL – Grupo de Etnologia e Arqueologia da Lourinhã, associação cultural sem fins lucrativos e de reconhecida utilidade pública, que tutela o Museu da Lourinhã.
 
O Museu abrange três áreas temáticas – Etnografia, Arqueologia e Paleontologia –, que justificam uma crescente afluência de visitantes, entre os quais muitos estudantes de diferentes níveis de ensino.

É dada particular atenção à investigação, salvaguarda e divulgação do importante património da região, sobretudo no domínio da Paleontologia. O espólio inclui vários achados relevantes, designadamente de dinossauros, sendo que alguns  foram representativos de espécies novas para a Ciência, os holótipos. Tal facto torna o Museu numa referência científica incontornável, tanto a nível nacional como internacional.

Uma visita ao Museu convida à realização de uma viagem imaginária no tempo, desde há cerca de 252 milhões de anos, durante a qual se pode olhar através de “janelas de observação” privilegiadas e apreciar vestígios de muitos dos seres vivos, e da sua atividade, que habitaram esta e outras regiões. A passagem pelo tempo histórico inclui representações culturais que vão desde o tempo dos dinossauros ao Homem na Pré-História e na modernidade.

O Museu tem vindo a crescer e atualmente possui dois núcleos museológicos complementares.

Um, no centro da vila da Lourinhã, com um espaço dedicado à História Natural, com a exposição “Aqui Nasceu o Atlântico“, nos domínios da geologia, Paleontologia e Arqueologia, uma importante exposição de Etnografia, um laboratório , uma Sala Multiusos para diversas atividades destinadas aos mais jovens (caixa de areia, pintura de desenhos, filmes, ateliers, …) e ainda um espaço ao ar livre, o pátio, com um interessante conjunto de pegadas de dinossauros.

O outro núcleo museológico está inserido no PDL – Parque dos Dinossauros da Lourinhã, produto do acordo existente entre a empresa PDL, o GEAL e o Município da Lourinhã. No âmbito desta cooperação, o PDL acolhe a exposição de paleontologia do Museu, intitulada “Dinossauros da Lourinhã”, prepara material paleontológico do Museu no seu laboratório ao vivo e apoia o trabalho de investigação científica desenvolvido por esta instituição.

O Museu disponibiliza um conjunto de visitas guiadas, quer à instituição, quer ao exterior. Este possuí um programa próprio e adaptado a visitas escolares, que inclui a visita ao Museu e visita ao campo, onde a Geologia e a formação de fósseis tem destaque.

O Museu também realiza regularmente Exposições Temporárias subordinadas a um tema. A Exposição Itinerante de Paleontologia inclui uma mostra representativa de fósseis originais e réplicas do acervo paleontológico e um conjunto significativo de informações, em cartazes de grande formato, contando com várias edições por todo o país e no estrangeiro.

A relevância internacional das peças no acervo do Museu são o resultado da aposta na investigação científica, levada a cabo pessoal do GEAL, colaboradores, alguns de há longa data, e de um corpo de voluntários.

Através de programas de estágios, o Museu apoia estudantes de escolas locais (formação em contexto de trabalho) e do ensino superior.