Investigação

A Investigação Desenvolvida no Museu da Lourinhã

O Museu da Lourinhã promove activamente a investigação em todas as suas áreas vocacionais, com especial enfoque nas áreas da Arqueologia, Etnologia e Paleontologia. Destaca-se a especial relevância e volume de iniciativas nesta última área.

O trabalho de investigação desenvolvido por investigadores associados ao Museu da Lourinhã segue as normas do Regulamento de Investigação Científica da instituição. Para mais informações, consulte o regulamento aqui.

Para tal, dispõe de instalações preparadas para o desenvolvimento do trabalho de investigação, nas mais diversas áreas. Possuí um laboratório equipado para preparar e conservar peças das diferentes coleções do museu e que pode ser observado pelo público que o visita. Também, tem à disposição diversos espaços de gabinete que permitem a consulta de peças e a sua observação à lupa e microscópios.

O espaço de gabinetes disponível foi recentemente aumentado em virtude do protocolo assinado entre o Município da Lourinhã, a FCT-UNL e o GEAL.

Para além do trabalho de investigação de gabinete, o Museu incentiva diversas campanhas de recolha de património natural, cultural e imaterial, que incorpora nas suas colecções. Fruto deste trabalho, o acervo do Museu da Lourinhã cresce constantemente e enriquece-se de relevância nacional e internacional. Como tal, é procurado para estudos científicos por investigadores nacionais e estrangeiros, de diversos graus de académicos.

Insere-se igualmente neste tema o apoio prestado a alunos de mestrado e de doutoramento, facultando meios físicos e acesso às colecções para o desenvolvimento das suas teses. Realça-se o apoio dado a diversos estudantes do Mestrado em Paleontologia, promovido pela Universidade Nova de Lisboa, em colaboração com a Universidade de Évora.

Para além dos colaboradores especialistas, todo este trabalho é possível de desenvolver com o auxílio de vários voluntários que são uma preciosa ajuda. Sem o seu esforço e empenho, muito mais difícil e moroso seria o trabalho de investigação na instituição.

Além de iniciativas próprias, o Museu da Lourinhã colabora em projectos e estabelece parcerias com várias entidades nacionais e estrangeiras. São exemplos, a colaboração de longa duração com o Projecto PaleoAngola e com o Projecto PaleoMoz (antigo PalNiassa), bem como as colaborações pontuais com projectos como o Triásico do Algarve, Triásico da Gronelândia e Jurássico Superior do Wyoming (Estados Unidos da América).

Para assuntos relacionados com a investigação contacte-nos através do email.