O GEAL

 

INTRODUÇÃO

“O Grupo de Etnologia e Arqueologia da Lourinhã, também designado por GEAL, é uma pessoa colectiva de direito privado, fundada em 1981…” (Estatutos dos GEAL).

O GEAL é uma associação cultural, sem fins lucrativos, de reconhecida utilidade pública que dedica especial atenção às seguintes áreas do conhecimento:

  • Nas Ciências da Natureza, à Geologia e à Biologia, nomeadamente à Paleontologia e ao Ambiente.
  • Nas Ciências Sociais, à História, nomeadamente à Arqueologia e Etnografia.

Assim, o GEAL tem como objectivos prioritários:

  • Salvaguardar, defender e valorizar o património natural e cultural.
  • Promover o estudo e divulgação desse património, prioritariamente através do Museu da Lourinhã;.
  • Defender o ambiente e a conservação da natureza.
  • Promover o pensamento científico, o gosto pela descoberta e a aproximação às boas práticas de preservação do património, designadamente junto da população jovem.
  • Promover a qualidade de vida com especial foco no Concelho da Lourinhã.

Um pouco de história

O GEAL nasce da vontade de um grupo de amigos, curiosos da etnologia e arqueologia, que fazem dos seus tempos livres uma verdadeira “estufa incubadora” de ideias e projectos.

Estava-se em 1979 e este grupo de amigos, não passava disso mesmo: um grupo de pessoas comungando da paixão pelo património local.

Com o aprofundar da actividade do grupo, que de forma espontânea e gradual veio ocupar um papel fundamental no panorama cultural do concelho, surge a necessidade de dotá-lo de enquadramento jurídico apropriado.

Resolvem então fundar, o Grupo de Etnologia e Arqueologia da Lourinhã (GEAL), sendo este registado a 15 de Dezembro de 1981. Viria mais tarde a adquir o estatuto de “Utilidade Pública”.

O GEAL proporcionou a base estrutural para a criação do Museu da Lourinhã, sua principal realização. O mote foi dado quando o Tribunal mudou de instalações, deixando desocupado o antigo edifício. Com o apoio do Município e muito trabalho voluntário, o Museu foi criado em 1984.

 

O ponto de viragem …

Os anos 90 marcaram de forma indelével a história do GEAL e do Museu.

A descoberta do importante e único legado paleontológico da região, veio projectar a actividade do Museu e o património lourinhanense no país e no mundo, tornando-se referência obrigatória na comunidade científica internacional.

A equipa técnica e científica do Museu ganha nova dinâmica e novas competências mantendo colaboração técnica regular com vários países.

O GEAL conta hoje com mais de 600 associados e um numeroso grupo de voluntários, mantendo activamente a investigação e divulgação científicas, e uma forte colaboração de natureza cultural, social, científica e museológica com várias entidades, nacionais e estrangeiras.

Venha visitar o Museu da Lourinhã!